06/09/2020


 



Essas temidas manchas escuras são produções excessivas de melanina em algumas partes do corpo e afetam mais mulheres entre 20 a 50 anos. A melasma aparece, principalmente, nas regiões do rosto, como maçãs, testa, nariz, em cima dos lábios superiores e têmporas, do pescoço e do colo. Mas, saiba que o sol não é o único fator contribuinte para o surgimento dessas manchas escuras. 

Exposição excessiva ao sol, peles negras – que possuem muita melanina -, tendências genéticas, gravidez e uso de pílulas anticoncepcionais também podem influenciar. Apesar de não haver uma cura definitiva, há alguns tratamentos que possam amenizar, tornando-as quase imperceptíveis. 

Para tratar Melasma, o primeiro passo é a visita ao dermatologista. Agentes clareadores e peelings estão na lista dos procedimentos mais indicados. Já o uso do laser ainda é controverso, pois não há indicação absoluta contra a doença. A resposta ao tratamento vai depender principalmente se o melasma é mais superficial, profundo ou misto. O principal nesse processo é o uso de filtro solar com alto fator de proteção (50 ou 60) e que filtrem tantos os raios UVA quanto os UVB.

O cuidado em casa também é importantíssimo pra manutenção.Mas, antes de sair usando produtos desconhecidos, é mais que necessário passar por um dermatologista de confiança.Um dos cuidados essenciais é se proteger da luz solar, portanto a dica é incluir de vez o protetor solar na sua rotina. Ele deve ser aplicado pela manhã e reaplicado ao longo do dia. 

Na hora de escolher o melhor filtro solar, dê preferência para àqueles com cores e que têm maior FPS, assim você garante mais proteção à pele. “Não adianta usar o protetor apenas ao se expor ao sol, uma vez que o melasma também pode aparecer por conta de luz artificial”, explica a dermatologista. E lembre-se que, mesmo com todos os cuidados, o melasma pode voltar. 

Caso isso aconteça, faça novamente o tratamento clareador, que geralmente inclui a realização de peelings em consultório e uso de cremes em casa. E fique atento! A exposição solar, além do melasma, pode causar câncer de pele. As manchas escuras podem camuflar possíveis melanomas (lesões cancerígenas na pele), então em qualquer alteração na pele, procure um dermatologista.

Outras causas comuns

·     Predisposição individual, como pessoas pardas ou morenas, por exemplo, que têm mais chances de desenvolver o problema.

·     Alterações hormonais, já que os estrógenos e progestágenos estimulam a produção de melanina.

·     Uso de cosméticos inadequados, como os que têm derivados de petróleo na composição.

·     Cigarro, estresse e má alimentação também estimulam o aparecimento dessas manchas

fonte: msn

 



0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA