22/10/2017








Justin Bieber: durante uma entrevista ao programa de rádio de Ryan Seacrest em 2015, Justin Bieber revelou que lutou contra a depressão. “Eu estive muito tempo no estúdio, apenas tentando fazer um som consistente, coeso. Tenho muitas coisas na minha cabeça e eu fiquei depressivo, porque eu quero muito trabalhar.” E ainda completou: “Eu quero inspirar as pessoas e, às vezes, eu sinto tipo, ‘Isso é bom o suficiente? É nessa direção que eu quero ir?’. Eu tive uma semana difícil, semana passada. Eu entrei na minha cabeça e não queria sair da cama, às vezes.” 


Valesca Popozuda: “A gente quer sempre um corpo perfeito e está sempre em busca de algo melhor. E falaram assim pra mim: ‘Te dou uma capa de revista e você tem que emagrecer’. Eu não tenho corpo da mulher modelo, de passarela, tenho pernão mesmo e bundão. Fechei então a boca, mas muita gente reclamava que eu tinha a perna grossa e eu queria fazer capas de revista, então arrisquei fazer a hidrolipo nas pernas. É uma cirurgia normal, que muitas mulheres fazem e não acontece nada, mas comigo não deu certo, tive um problema e isso ficou muito marcado pra mim”, revelou Valesca, que definiu o episódio de 2015 em sua biografia como ‘um dos anos mais difíceis de sua vida‘


Selena Gomez: capa da edição de setembro de 2017 da revista norte-americana “In Style”, Selena Gomez abriu o jogo sobre como foi sua vida na clínica de tratamento para depressão e ansiedade, em 2016, época em que ficou afastada dos holofotes. “Ano passado, cancelei minha turnê e estive afastada por 90 dias e foi a melhor coisa que eu poderia ter feito. Eu não tinha telefone, nada, e estava com medo. Mas foi incrível e aprendi muito”, revelou a cantora que explicou que, por ser do campo e afastada da mídia, ela não se arrumava nem fazia o cabelo. “Eu fiz terapia equina, que é linda. E foi difícil, claro, mas eu sabia o que meu coração estava dizendo, e pensei: ‘Ok, isso me ajuda a ficar mais forte para outras pessoas'”, disse e continuou: “Tudo com o que eu me preocupava, eu parei de me preocupar. Mas há dias mais difíceis. Eu vou à terapia. Eu acredito em terapia e em falar sobre onde você está. Estou em um lugar realmente saudável”


Alanis Morissette: em rara entrevista à revista “People” de setembro de 2017, Alanis Morissette abriu o jogo sobre uma difícil fase de sua vida. Segundo a cantora, ela sofreu de uma depressão pós-parto após o nascimento de Onyx Solace, sua filha caçula. “Tem dias em que estou debilitada a ponto de mal conseguir me mover”, desabafou e completou: “Quando criança, me imaginava tendo filhos e estando com um parceiro incrível. Isso tudo é algo que não previ”


Lucas Lucco: o cantor falou sobre a depressão e a síndrome do pânico em recente entrevista para o programa TV Fama. “Ela [a depressão], para mim, não tem cura, tem controle. Hoje em dia uso do meu estilo de vida, da minha alimentação e de mais um monte de coisas para me manter bem e equilibrado. Se cercar de pessoas boas, energias positivas e Deus no coração, sempre. Estar com Deus intimamente é a resposta de tudo”, abriu o coração


Suzana Alves: um dos maiores símbolos sexuais dos anos 1990, Suzana Alves recentemente em entrevista para a TV, ela contou a exposição da personagem masoquista “Tiazinha”, no extinto “Programa H”, de Luciano Huck, na Band, lhe provocou depressão e Síndrome do Pânico. " “Eu achava que estava sendo filmada em todo lugar, não conseguia sair socialmente, fiquei em casa trancada porque eu sempre achava que havia perseguição, que estava todo mundo me olhando”, relatou a ex-Tiazinha, durante entrevista ao “Programa do Gugu”. “Superei o problema com a ajuda de amigos, da família e de bons profissionais [da medicina] que Deus colocou em meu caminho”, completou


Paula Fernandes: quem vê Paula Fernandes cheia de atitude e carisma nos palcos, nem imagina que ela já sofreu com a depressão. Na época fez tratamento médico e com uso de remédios. Durante um período de dois a três anos, Paula deu um tempo na carreira musical e até chegou a fazer um curso de secretariado. Além da depressão, ela também tinha crises de pânico e o simples barulho de uma sirene já lhe provocava medo. “Aos 18 anos resolvi parar de cantar e entrei em depressão profunda”, contou Paula Fernandes ao portal G1. E completou: “Infeliz, nunca fui; eu fiquei doente”


Selton Mello: o ator que é sucesso no cinema nacional teve depressão em 2008 e contou que viveu um inferno e pensou até em abandonar a carreira. Ele disse à revista "Veja Rio" que passou dos 100 kg e que se sentiu muito desconfortável




Cassia Kiss: com quatro filhos e três casamentos, a atriz já sofreu de bulimia e depressão. Diagnosticada com transtorno bipolar, tomou remédios e virou referência para pessoas que sofriam da doença e compartilhavam suas experiências. Cinco anos depois de conviver com a ideia de que tinha o transtorno, procurou outro psiquiatra que garantiu que ela não era bipolar e não precisava de medicação controlada. "Tive um diagnóstico errado”, contou à jornalista Mônica Bergamo, colunista do jornal Folha de S. Paulo.Quanto à depressão, ela disse para o jornal O Globo, ano passado: “Estou superando. As encrencas da vida são diárias”

fonte: msn

0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA