10/09/2017






1. Absorvem seu parceiro

As pessoas ciumentas são muito inseguras e isso faz com que tentem a todo momento controlar seu parceiro. Não suportam a ideia de que possam se interessar por outra pessoa.
Isso pode deixar a outra pessoa muito pressionada e fazer com que deseje um pouco de espaço na relação. Isso, sem dúvidas, altera muito a pessoa que é ciumenta.
Pressionar o parceiro pode provocar um final pouco desejado: o término. No entanto, as pessoas ciumentas não se dão conta do que a outra pessoa está sentindo. Seus ciúmes anulam a sua empatia.

2. Estão em uma contínua busca por evidências

Existe algo que se conhece como “efeito pigmaleão” que indica que, se uma pessoa acredita que algo irá acontecer ou age como se acontecesse, no final, acontece.
Isso acontece com as pessoas ciumentas que continuamente estão em busca de algum sinal que indique seu parceiro lhes foi infiel.
Qualquer mensagem ou contato com alguém pode desencadear uma discussão cheia de censura e de frases como “você não me ama mais!”.
Esse tipo de atitude pode fazer com que, no final, terminem encontrando o que na verdade estavam buscando. É como se fosse uma chamada para que acontecesse.

3. Negam-se a buscar ajuda

A parte negativa dos ciúmes e de acreditar que são normais ou que indicam amor pela outra pessoa é que as pessoas que os sentem se negam a acreditar que isso é um problema para a relação.
Isso causa um desgaste enorme no casal e faz com que, com o tempo, a relação termine se convertendo em algo muito tóxico para os dois.
A busca por ajuda seria algo positivo. Assim, a comunicação entre os parceiros melhoraria e os ciúmes passariam a ser vistos como crenças infundadas e fruto de medos que não têm razão de existir.

4. Os ciúmes não acabam de um dia para o outro

Por mais que um parceiro que é ciumento diga “vou mudar”, a verdade é que isso tudo é um processo e sempre seria positivo contar com ajuda profissional.
As pessoas ciumentas podem fazer diversas promessas quando seu parceiro, agoniado, ameaça deixá-las. No entanto, temos que levar em consideração que o processo será longo.
É preciso acabar com determinadas crenças que tornaram os ciúmes algo “normal” nas relações e, também, olhar para todos os medos e inseguranças que os provocam.

5. Explodem de repente

As pessoas ciumentas, devido a sua desconfiança, costumam estar sempre de mau humor, e diante de qualquer pequena evidência podem aflorar seus ciúmes e provocar uma irritação que, às vezes, guardam para si.
Desta forma, quando acumulam vários momentos de ciúmes, na circunstância menos adequada terminam explodindo. Seu parceiro não entende o que acontece e a situação piora.
Seria bom para as pessoas ciumentas perceberem que a solução não está em seu parceiro agir da maneira que elas querem, e sim que elas mudem sua visão sobre a relação e os ciúmes.
Somente assim poderão reconduzir a relação para um caminho mais saudável.
Do contrário, na maioria dos casos o excesso de ciúmes conduzirá a um rompimento, já que a situação se tornará insustentável.
fonte: melhor com saude




0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA