27/09/2017






Príncipe George começou a estudar no começo deste mês na Thomas's Battersea, no sul de Londres.
De acordo com a imprensa inglesa, a adaptação do caçula de Kate Middleton Príncipe William não está fácil. De acordo com o "The Telegraph", o duque de Cambridge visitou a cidade de Milton Keynes, na Inglaterra, e lá conversou com locais sobre os herdeiros.
"Acabei de deixar George na escola e ele não quer mais ir. Nisso, se parece um pouco com a minha filha", afirmou a inglesa à publicação sobre o menino, definido pelo pai como "um pouco malandro".
A escola escolhida pela família real tem como principal característica a valorização da igualdade entre os alunos e, por isso, evita, inclusive, que seus alunos tenham melhores amigos para evitar preferências entre eles. E, de acordo com o diretor da instituição, Ben Thomas, George, apesar de integrar a linha de sucessão do trono britânico, não será visto como especial. "Nosso objetivo para ele, assim como para todos os outros nossos alunos, é proporcionar um ambiente seguro e seguro, no qual ele consiga se sentir apoiado por uma comunidade amável e amorosa. Isso é tudo o que tentaremos alcançar para ele. Não haverá nenhum tratamento especial", argumentou.

Em entrevista à edição inglesa da revista "GQ", o filho do príncipe Charles destacou que tem o desejo de educar os filhos sem exagerar nos cuidados ou nos mimos. "Eu quero que George cresça em um ambiente real, vivo; eu não quero que ele cresça atrás das paredes do palácio, ele tem que estar lá fora. A mídia torna isso mais difícil, mas vou lutar por eles terem uma vida normal", argumentou o duque.
fonte: purepeople

0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA