29/09/2017






Há um ano Kim Kardashian foi assaltada no hotel onde se encontrava hospedada em Paris . 

socialiteficou aterrorizada e muito traumatizada com o drama vivido naquele dia no quarto do hotel privado Château de Pourtalès, em que a amordaçaram e ameaçaram com uma arma e lhe levaram joias no valor de dez milhões de euros, entre elas o anel de noivado oferecido por Kanye West.
Agora, um dos homens que esteve envolvido no roubo enviou uma carta escrita em francês. 

Segundo o site de celebridades TMZ, Aomar Ait Khedache, de 60 anos, admitiu todos os factos e lamentou os danos psicológicos causados à socialite e à sua família.

 "Dirijo-me a ti, como ser humano, para dizer-te o muito que me arrependo do que fiz, e o muito que me comovi ao ver-te a chorar. Quero que saibas que sou solidário com a tua dor, a dos teus filhos, do teu marido e daqueles que te rodeiam. Espero que com esta carta me perdoes pouco a pouco o trauma por que te fiz passar através do meu ato”, pode ler-se na nota.
Várias fontes do círculo de amigos de Kim garantem que esta não aceitou o pedido de desculpas e que vê esta mensagem como uma estratégia para mostrar o seu arrependimento perante o tribunal.


Fonte: Caras

0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA