30/04/2017





As pessoas asmáticas devem procurar saber quais receitas caseiras ou alimentos precisam consumir para diminuir as crises, mas nem todas sabem que alimentos deveriam evitar.
Existem alimentos que podem aumentar os sintomas nos asmáticos. Por isso, leia o seguinte artigo para saber mais.

Dieta ideal para pessoas asmáticas

Os alimentos não são a única receita para os asmáticos. No entanto, a dieta tem uma grande influência no dia a dia de qualquer pessoa com uma doença desse tipo.
Limitar o consumo de certos alimentos e ter uma nutrição saudável pode ajudar a tratar a asma. Trata-se de um excelente complemento para os tratamentos convencionais.
Pessoas asmáticas devem evitar o consumo de:

Gorduras saturadas


Encontram-se em muitos dos alimentos que compõem nossos jantares ou almoços, como, por exemplo, em sobremesas, na carne vermelha ou nas frituras.
As gorduras saturadas também estão presentes nos alimentos processados e, segundo a Clínica Mayo, aumentam os sintomas da asma. Isso se deve à resposta do sistema imunológico ao “receber” essas substâncias.
Portanto, recomenda-se consumir ácidos graxos ômega 3 (presentes nos peixes azuis, nas sementes de linhaça e nas nozes, por exemplo), e fontes de proteínas magras (leite desnatado, peito de frango e leguminosas).
Quando você fizer as compras, verifique se os alimentos contêm gorduras saturadas. Opte também por formas de preparo saudáveis, como no vapor, assados ao forno ou na grelha.

Laticínios integrais


Como os laticínios integrais possuem gordura em muita quantidade, pioram os problemas. Mas não é necessário que você se converta ao veganismo.
Basta consumir laticínios de maneira inteligente: escolha produtos desnatados e tente substituí-los de vez em quando (você já experimentou, por exemplo, o leite de amêndoas ou o queijo de batata?)
Podemos comer muitos laticínios sem perceber, já que estão presentes em várias receitas e alimentos cotidianos: sopas cremosas, massas recheadas, sorvetes, café com leite, batidas, manteiga etc.
Como se isso não fosse suficiente, a consistência e textura dos laticínios exacerbam a produção de muco e, por fim, aumentam a congestão. Isso dificulta a respiração e pode resultar num episódio de asma.

Carnes vermelhas

Novamente temos que falar das gorduras saturadas, porque a carne as contém em grandes quantidades. Ainda que existam exceções, como a carne de cordeiro, que é mais magra, a verdade é que a de vaca ou de porco pioram os quadros de asma.
Segundo uma pesquisa da revista Nutrition, as pessoas que consomem muita carne vermelha são mais propensas a ter uma crise de asma. Coma uma vez por semana, no máximo, e opte por alternativas mais saudáveis, como o frango, peru ou peixe.

Cítricos e tomates


Como essas frutas podem nos fazer mal, já que supostamente são boas para a saúde? Tanto os cítricos quanto os tomates têm muitos nutrientes e fibras, mas também possuem componentes que poderiam piorar os sintomas em pessoas asmáticas.
Não é preciso que você deixe de consumi-los da noite para o dia, mas ao menos procure reduzir seu consumo.

Alimentos salgados

O excesso de sódio no corpo causa problemas renais, obesidade e inchaço nas pernas.
Também pode ter efeitos negativos nos pacientes com asma, já que aumenta as respostas do sistema imunológico e desencadeia os sintomas dessa doença.
Use muito pouco sal nos seus pratos, evite os alimentos processados, como as sopas enlatadas ou purê instantâneo, batatas fritas ou snacks.
Não leve o saleiro à mesa e leia muito bem as embalagens do que você comprar no mercado, porque os produtos têm “sódio escondido” (até os doces contêm sal).

Gorduras trans

Também conhecidas como gorduras sólidas, são produzidas graças a um processo em que o hidrogênio é incorporado ao óleo vegetal.
Não são nada saudáveis e aumentam os riscos de sofrer de doenças cardíacas ou de diabetes, e também agravam os sintomas da asma.
Evite todos os produtos que contenham gorduras trans (entre eles, a margarina, frituras de restaurante e os óleos parcialmente hidrogenados).
Essas gorduras estão presentes também nos biscoitos e bolos industriais, doces e massas.
Escolha alimentos que tenham “gorduras boas”, como o azeite de oliva, o abacate, as sementes de linhaça e as oleaginosas, como as amêndoas e as nozes.
Assim, você não apenas reduzirá o risco de sofrer com a asma, como também evitará muitas outras doenças.

O magnésio contra a asma



Na dieta de alguém que sofre com a asma, não podem faltar alimentos ricos em magnésio. Esse mineral é necessário para relaxar os músculos e o para fortalecer o sistema respiratório.
Além disso, é anti-inflamatório e broncodilatador. A dose diária recomendada é de 500 mg.
Para ingerir magnésio, temos que ter uma alimentação rica em frutas e verduras cruas, além de consumir leguminosas e oleaginosas.
Se você sofre com a asma, não hesite em acrescentar a seus pratos todos estes alimentos:
·     Sementes de gergelim e de abóbora
·     Soja (em todas as suas apresentações)
·     Leguminosas (lentilhas, feijões, ervilhas)
·     Gérmen de trigo
·     Óleo de prímula
·     Verduras (acelga, espinafre, feijões, brócolis, salsa, cenoura, cebola)
·     Frutas (banana, tâmaras, uvas passas, maracujá)
·     Frutas secas (pistache, nozes)
·     Aveia
·     Algas wakame

·     Alho
Fonte: melhorcomsaude

0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA