12/03/2017




Como funciona a dieta da batata doce

O princípio básico da dieta da batata doce é consumi-la como uma das principais fontes de carboidrato da alimentação. No entanto, existem formas diferentes de fazer isso.
Uma das dietas da batata doce coloca-a como uma fonte de carboidrato, junto com outros carboidratos ricos em fibras como arroz integral, cará, inhame e mandioca. Essa forma é mais interessante de seguir, já que você tem uma baixa no índice glicêmico das refeições sem criar uma monotonia alimentar e restrição de nutrientes.
Há também quem recomende consumir a batata doce em todas as refeições, mas pode-se acrescentar outros carboidratos no prato. Esse método também é um pouco mais equilibrado, mas pode levar a monotonia alimentar.

Vantagens da dieta da batata doce

Ao adotar fontes de carboidratos integrais na alimentação, a dieta da batata doce colabora para redução do consumo de açúcar refinado e reduz os picos glicêmicos da dieta, o que promove o emagrecimento e traz uma série de benefícios para o organismo.

Desvantagens

A principal desvantagem da dieta da batata doce é sua monotonia alimentar e também a carência nutricional de vitaminas e minerais que não estão presentes na batata doce, principalmente quando se segue a dieta em que se pode consumir apenas esse tubérculo.
A monotonia alimentar costuma levar a pessoa que pratica um plano alimentar como a dieta da batata doce a não tolerar mais o alimento em questão, além de depois de um tempo fazê-la retornar aos antigos hábitos com maior intensidade, levando ao reganho de peso.

A nutricionista Flavia Moraes indica um cardápio com três opções de refeições para quem quer seguir a dieta da batata doce com outros carboidratos integrais:
Café da manhã
Opção 1: Leite desnatado + 3 torradas integrais com margarina sem sal
Opção 2: Iogurte desnatado + 30 g de cereais integrais com aveia
Opção 3: Leite desnatado com café + 1 pão integral com creme de ricota.
Lanche da manhã:
Opção 1: 1 copo de suco verde de couve + 3 castanhas
Opção 2:1 xícara de chá verde + 1 maçã
Opção 3: 2 fatias de mamão + 2 colheres de aveia.
Almoço/Jantar:
Opção 1: 4 rodelas de batata doce + 2 filés de frango grelhado com molho de tomate + salada verde crua + 1 fatia de melancia
Opção 2: 2 rodelas de batata doce + 2 col. (sopa) de arroz integral + 1 posta de peixe cozido + salada de legumes refogados no azeite + 4 morangos
Opção 3: 2 rodelas de batata doce + Salada de atum, ovo cozido, acelga, tomate, cenoura ralada, berinjela e milho + 1 laranja.
Lanche da tarde:
Opção 1: 1 iogurte desnatado + 1 pão integral com requeijão light
Opção 2: Vitamina de mamão com 1 col. sopa de linhaça
Opção 3: 1 xícara de chá de hibisco + 1 tapioca fina com queijo.

Recomendação:

De acordo com a nutróloga Lenina Matioli, dietas baseadas em um único alimento são perigosas, principalmente quando se restringe a ingestão de outros alimentos. "Esses métodos vão contra o que se entende como equilíbrio saudável de nutrientes para a saúde, pois desencadeiam carências nutricionais de vitaminas e minerais que não estão presentes naquele alimento", explica a especialista.

Além disso ela destaca a impossibilidade de se manter uma dieta como esta em longo prazo, pois o indivíduo passa a não tolerar o alimento em questão. Quando isso acontece, voltam aos hábitos antigos e têm reganho de peso até maior do que antes da dieta.

fonte: minhavida

0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA