03/01/2017




Os elementos que você vai precisar são os seguintes:
·     Sementes de canela. São obtidas dos compartimentos de cor escura que coroam o arbusto no inverno. Elas não podem ser consumidas, mas nos oferecem o gérmen desta planta maravilhosa.
·     Pequenos vasos para seu primeiro crescimento. Como acontece na maioria dos casos, para cultivar a canela em casa, terá que começar em um primeiro momento de “incubação”. Falaremos deste passo mais adiante.
·     Vasos de tamanho médico para seu transplante. Quando as sementes estiverem amadurecidas, terá que mover a plantação para outros recipientes com um tamanho maior.
Considere que, no mínimo, medirá uns 120 cm quando crescer. A partir daí dependerá do seu desejo e do seu espaço.
·     Combinação de terra ácida, musgo Sphangnum e perlite. Para que a espécie se desenvolva precisamos de um substrato solto e arenoso para que a água seja bem filtrada.
Ainda, é importante que tenha um alto teor de matéria orgânica.
·     Um lugar com luminosidade, mas que não receba a luz do sol de forma direta. Prefere os climas úmidos. Por isso, se você quiser cultivar canela em casa e ter sucesso na empreitada, a região da casa onde colocará os vasos será fundamental.

Como cultivar canela em casa?

Siga estes passos simples e conseguirá atingir sua meta:

Incube-a em uma região escura

O habitat natural da canela é em regiões úmidas. Assim, para este primeiro momento, recomendamos que misture o substrato com as sementes e coloque o recipiente em um lugar escuro.

Regue diariamente

Não pode faltar água. A terra que vamos usar é perfeita para isso, assim, hidratando-a uma ou duas vezes por dia será o suficiente.

Replante-a aos 4 meses

Depois desse tempo, estará madura para colocá-la no vaso definitivo. Pense bem no tamanho dele, já que as medidas do arbusto dependerão do vaso.

Coloque-a em um lugar com mais luz

Quando chegar esse momento, nossas sementes agradecerão por um pouco de luz. Porém, lembre-se de que os raios de sol não podem chegar a elas de forma direta.

Hidrate-a, mas sem afogá-la

Nesta etapa você deve cuidar de regá-la. Verifique que o substrato que usa é ideal para manter a umidade. Do contrário, corre o risco de usar muita água e apodrecer as raízes.
Com estes conselhos simples alcançará seu objetivo sem muito esforço. Além de suas propriedades nutritivas, deslumbrará suas amizades com suas preciosas folhas de verão.
Tanto se forem amarelas quanto se optar pelas brancas, constitui um elemento decorativo incrível. Tudo isso se completará com um delicioso aroma que percorrerá sua casa para dotá-la de uma grande personalidade.
Todos os elementos que são necessários estão ao seu alcance e são muito econômicos. Como já sabe, cultivar os alimentos que você consome é garantia de saúde.
Por isso, animamos você a provar esta especiaria cheia de vantagens que purificará seu corpo e adoçará sua alma.
Fonte: melhor com saude



0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA