29/12/2016




Conheçam quais são plantas listadas pelo estudo da NASA e saiba quais são as mais indicadas para se ter em casa:

1. Aloe Vera

A primeira planta da lista é a Aloe Vera, uma planta suculenta que precisa muito sol e pouca água, também chamada de Babosa. Pode ser cultivada em um vaso na varanda ou no interior da casa, mas pode chegar a ter até um metro de altura. Para mantê-la pequena é preciso podar as folhas com cuidado, pois são grossas e quando quebradas ou cortadas eliminam um suco viscoso (mucilaginoso) e muito amargo.
“É utilizada na medicina popular e, devido aos componentes químicos, é melhor manter longe de crianças e animais.”, alertam as biólogas.

2. Gérberas

As Gérberas são muito ornamentais e trazem delicadeza e alegria ao ambiente com suas flores coloridas. Porém, Regina e Rosângela afirmam que esta é uma planta difícil de cultivar dentro de casa, pois precisa muito sol e solo bem adubado, sendo melhor para quem tem jardim.

3. Espada de São Jorge

São de fácil cultivo interno e uma ótima opção tanto para quem mora em apartamento quanto para quem tem pouco tempo, pois adaptam-se a ambientes com diferentes condições de iluminação e temperatura, além de não precisarem de muitas regas. Apesar disso, a Espada de São Jorge se desenvolve rapidamente e portanto é preciso retirar as folhas com certa frequência.

4. Planta Aranha

A Planta Aranha, também conhecida como Clorofito, são ótimas para cultivar em interiores, pois são resistentes e melhor adaptadas em ambientes com sombra. Dão flores brancas e discretas, no entanto a folhagem pendente e elegante já garante todo o charme da planta.

5. Pau d’água

A planta conhecida como Pau d’água é do gênero Dracena e corresponde à espécie deremensis ou fragrans, caracterizada por suas folhas verdes e longas. Pode ser mantida em vasos grandes e áreas iluminadas, mas também resiste bem a locais mais sombreados, como o interior de salas.
As dracenas apresentam inúmeras variações de espécie, são bastante usadas em paisagismo e decoração de interiores, além de possuírem a capacidade de retirar poluentes do ar. No geral, as espécies se destacam por suas folhas ornamentais, as quais variam em formato e cor de acordo com o tipo.

6. Dracena de Madagascar

Uma outra espécie de Dracena que merece o destaque é a Dracena marginata, ou de Madagascar. Possui folhas mais finas e pontudas que a Dracena anterior e é uma ótima pedida para preencher cantos devido a sua ascendência vertical. Só é preciso se atentar ao local em que ela será colocada, pois necessita de muito sol e não tolera frio ou ventos fortes.

7. Crisântemo

O Crisântemo é uma erva cultivada em vasos que apresenta flores simples e delicadas. Apesar da propriedade purificadora e da beleza do Crisântemo, ele é resultado de uma hibridação e necessita de um controle de luz e calor. Nesse sentido, é difícil de manter a espécie em casa.

8. Azaleia

É uma planta de flores coloridas e ornamentais que se adapta tanto em ambientes com alta incidência solar quanto locais sombreados e, portanto, pode deixar qualquer ambiente mais belo e florido.
Segundo as biólogas consultadas, a Azaleia pode chegar à 2m de altura, mas, quando cultivada em vasos, permanece pequena, com menos de 30 cm. Além disso, aconselharam manter longe de crianças e animais, devido ao teor tóxico da planta.

9. Figueira Benjamin

A Figueira benjamin está presente na lista de plantas “purificadoras”, porém as profissionais Regina e Rosângela não aconselham cultivá-la em interiores.“Não é aconselhável manter dentro casa, pois precisa muito sol e suas raízes crescem muito e são fortes, com o tempo acaba quebrando o vaso. É mais indicada para parques ou jardins amplos.”, explicam.

10. Planta jiboia

A Jiboia é uma planta trepadeira que possui espécies provenientes de diferentes regiões, inclusive do Brasil. Podem ser cultivadas dentro de casa, em vasos, jardins ou ao redor de árvores. Se adaptam bem a locais sombreados e, dependendo da espécie adquirida, podem exigir podas constantes, a fim de evitar qualquer dano à pintura de paredes ou que ocupem muito espaço além do limite do vaso.

11. Hera

Outra espécie de trepadeira que pode habitar interiores e realizar uma pequena filtragem do ar. Suas folhas verdes, pequenas e de formato característico embelezam e completam ambientes. Dentro de casa pode ser colocada em vasos pendentes, e em jardins pode aderir à parede ou mesmo o chão.

12. Imbé

Pertence à mesma família da Jibóia (Araceae) e portanto também se trata de uma trepadeira. Possui folhas largas e verdes e por esse motivo, pode ficar melhor acomodada e compor uma decoração mais equilibrada em ambientes amplos. “Para cultivar dentro de casa é preciso um vaso grande com um suporte para apoio da planta (pode ser de fibra de coco), além de um solo adubado.”, orientam as especialistas.

13. Palma-bambú

A palma-bambú é uma ótima opção para jardins, varandas e salas. Pode ser cultivada em vasos grandes e se dá bem com locais sombreados. Seu tamanho pode ser controlado por meio de podas e conforme vai envelhecendo produz vários troncos, os quais também é preciso podar.

14. Café de salão

Segundo as biólogas Rosângela e Regina, esta é uma ótima planta para se cultivar dentro de casa, pois cresce bem em ambientes com sombra e é super ornamental, tanto por suas folhas quanto seus frutos vermelhos e alaranjados. Apesar disso, a Café de salão possui dois poréns: precisa de um solo bem adubado e portanto é preciso ter este cuidado e pode ser tóxica, então mantenha em locais fora do alcance de crianças e animais.

15. Lírio da paz

Por fim, uma outra planta muito ornamental para se ter em casa é o Lírio da paz, afinal se desenvolve facilmente em vasos grandes ou pequenos. Não gosta de áreas frias e, assim como a Café de salão, é uma planta tóxica e não aconselhável para quem tem animais de estimação ou crianças em casa.

Agora que você conhece as espécies com capacidade de filtrar o ar que você respira e um pouco sobre as particularidades de cada uma, é só escolher a que mais combina com você para deixar a sua casa mais aconchegante e sua vida mais verde e purificada, mesmo que seja um pouquinho!

fonte: dicas de mulher
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA