04/11/16




Pesquisadores alertam que a soma do estresse + atividades pode ser perigosa
Na contra mão da crença popular de que exercícios físicos podem ser a chave para uma vida saudável e bem humorada, um estudo conduzido pela McMaster University, no Canadá, indica que tais atividades têm sim hora certa para serem evitadas: em momentos de muito estresse.
A universidade conduziu estudo com aproximadamente 12.500 pessoas que haviam sofrido seu primeiro ataque cardíaco e pesquisou como elas se sentiam antes dele acontecer. Ao todo, 14,4% relataram estar bravos ou tristes - destes, 13,6% estavam praticando atividade física simultaneamente aos sentimentos negativos.
Os pesquisadores concluíram que aqueles que se esforçam demais durante seus exercícios dobram chances de ter ataque cardíaco e, enquanto se praticados durante os momentos de estresse e problemas emocionais, as chances triplicam.
Em reportagem da Vogue norte-americana, foram apontadas cinco práticas para melhoria do humor como alternativas saudáveis e eficazes às atividades intensas. Confira:
1. Meditação
Além de reduzir o estresse, a meditação reduz a pressão alta – um dos efeitos colaterais físicos da raiva. Um estudo recente mostra que pessoas com problemas cardíacos que praticam um modo de meditação chamado Transcendental conseguem reduzir riscos de ataque cardíaco e AVC (acidente vascular encefálico). Uma dica apontada por Lodro Rinzler, co-fundador do estúdio de meditação MNDFL, em Nova York, é não fugir e ignorar suas emoções.
2. Respirações profundas
Assim como a meditação, exercícios de respiração reduzem a pressão sanguínea e riscos cardiovasculares. A dica de Rinzler é focar-se no ar entrando pelo nariz e saindo pela boca. Há um aplicativo chamado Breathe App – disponível para Apple Watch – que lembra o usuário de fazer uma pausa e praticar uma série de respirações controladas.
3. Acupuntura e aromaterapia
De acordo com a acupunturista Oceana Baity, os chineses acreditam que a raiva é um sintoma de desarmonia corporal de diferentes origens, e a acupuntura pode tratar deles por meio de pontos de pressão espalhados pelo corpo. Uma tática caseira que a profissional indica para seus pacientes é massagear a sola dos pés ou um ponto de pressão localizado no topo dele com uma mistura de lavanda, capaz de acalmar os nervos e emoções.
4. Ioga
A prática é capaz de diminuir a frequência cardíaca e proporcionar um sentimento de calma. Lesley Desaulniers, instrutor de ioga em São Francisco, recomenda as posições da pinça, da criança e torções das costas devido aos seus poderes calmantes.
5. Ler um livro
Uma nova área de pesquisas vem estudando a maneira com que a ficção estimula o cérebro. O hábito de ler ficções aumenta os níveis de empatia e imagens do cérebro comprovam que ler pode alterar positivamente o estado emocional de alguém. 
fonte: Vogue



0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA