23/11/16



Este tipo de doença é muito frequente principalmente nas mulheres, por terem um trato urinário mais curto e um sistema imune mais susceptível às bactérias. Entre os sintomas habituais encontramos ardor ou dor ao urinar e necessidade de ir ao banheiro com maior frequência. Em casos mais severos pode-se apresentar febre ou sangue na urina.
Os fatores de risco que aumentam as chances de sofrer estas infecções são variados:
Consumo de certos antibióticos
Sexo sem proteção
Bactérias nos intestinos
Esperar muito para ir ao banheiro
Comer determinados alimentos
Para reduzir os sintomas ou prevenir a infecção urinária recomendamos não comer ou reduzir a ingestão de:

Açúcares

A comida açucarada (por exemplo, a confeitaria industrial) ajuda a manter as bactérias “alimentadas”. Isso torna lento o processo de cura da infecção urinária e piora os sintomas.
Entre os alimentos açucarados que devemos evitar quando sofremos esta doença se encontram também os refrigerantes, os biscoitos e os doces.

Cafeína

É considerada um estimulante que aumenta a velocidade com que o sangue circula na zona afetada.
Além de evitar o café, recomendamos não consumir chá, refrigerantes ou sucos industriais, porque contém substâncias que causam o mesmo efeito.
Opte pela água ou as frutas naturais, que são diuréticas e ajudam a eliminar a infecção. E tente não beber álcool, já que irrita a bexiga!

Frutas ácidas

Podemos pensar que um suco de laranja é bom para urinar e assim nos desfazer das bactérias de nosso organismo, a verdade é que os cítricos (incluindo as toranjas, os limões e os abacaxis) irritam os tubos urinários e podem inflamar a bexiga.
Assim, os sintomas da infecção urinária serão mais intensos e será mais difícil curá-los.

Picantes e embutidos

Quando sofre com uma doença urinária se afaste das salsichas, das linguiças, dos tacos e todos aqueles condimentos picantes, tais como o curry, o chili ou o cominho.
Assim como acontece com os cítricos, estes alimentos e temperos irritam a bexiga e aumentam o pH ácido do corpo, por isso propiciam um ambiente ideal para as bactérias.

Farinha refinada

O macarrão, pizzas, pães e tudo aquilo que é feito com farinha branca é ruim para a saúde; não só quando temos uma infecção urinária, e sim em todos os momentos, pois o corpo a converte em açúcar.
Evite todos estes alimentos quando estiver sofrendo com os sintomas e depois reduza-os para não ter um novo episódio em breve.

Carne vermelha

Os bifes, hambúrgueres ou carne assada formam parte da lista de alimentos proibidos quando se tem uma infecção urinária. Isso se deve ao fato de que trazem muito ácido para o corpo e as bactérias, ao invés de morrerem, se reproduzem mais. 
No lugar da carne vermelha tente a carne branca como o peixe ou o frango.

Dieta para mudar o pH da urina

Já que certamente você está se perguntando o que comer durante uma infecção urinária, é bom conhecer uma dieta de 5 dias que inclui alimentos ácidos e alcalinos.
Essa combinação serve para equilibrar o pH do organismo e eliminar as bactérias que provocam doenças (não só na bexiga ou uretra, como em outras partes do corpo).
Tais bactérias precisam de muita umidade e calor para se reproduzirem e viverem. A urina é um excelente meio se comermos ou bebermos coisas ácidas.
O objetivo desta dieta então é de evitar que urina seja o lugar ideal para a proliferação bacteriana.
Os primeiros 2 dias devemos consumir alimentos ácidos e alguns alcalinos:
Ovos
Peixes
Carnes
Cereais integrais (aveia, arroz)
Leites vegetais (aveia, amêndoas)
Azeite de oliva
Suco de limão
Água
Infusões naturais
Do terceiro ao quinto dia, a dieta muda e somente consumiremos alimentos alcalinos:
Legumes
Verduras (principalmente batata, alho e cebola)
Frutas (exceto cítricos)
Frutos secos
Sucos naturais (por exemplo, de mirtilo)
Lácteos desnatados
Azeite de oliva
Este regime de alimentos pode ser realizado quando se tem uma infecção urinária ou mesmo para evitar a doença. Neste caso, recomendamos segui-lo de maneira completa e não perder nenhuma ingestão.

Cuidados frente à infecção urinária

Levar uma alimentação saudável e equilibrada não é a única coisa necessária para acelerar o processo de cura em uma infecção deste tipo.
Mesmo que as recomendações que indicaremos a seguir sejam desenhadas para as mulheres (mais vulneráveis à infecção), os homens também podem tomar nota de alguns cuidados:
Não usar sabonetes ou talcos com perfume na higiene íntima.
Manter a área genital limpa.
Limpar bem as zonas genitais e anais depois de ir ao banheiro.
Evitar as calças muito apertadas.
Usar roupas íntimas de algodão.
Mudar a roupa íntima todos os dias.
Higienizar-se antes e depois das relações sexuais.
Beber muito líquido (2 litros por dia, no mínimo).
Consumir suco de mirtilos em jejum.

Evitar os banhos muito quentes.

fonte: melhor com saude
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA