13/10/16





Chef Hugo Grillo lista série de erros que muita gente comete quando vai preparar o preto e dá dicas interessantes

1) A escolha da carne – sabor e gordura são fundamentais. O filet mignon por exemplo não é recomendado, pois não tem gordura. O importante é ter um percentual de gordura em torno de 20%. A gordura vai dar sabor e suculência a carne moída e seus derivados. Sugestão: Fraldinha e Costela. Um bom blend, muito tradicional nas hamburguerias é Acém e Peito, tomando sempre cuidado para não ter muita gordura.
2) A forma de moer e a quantidade de moagens. Não recomendo moer por mais de duas vezes, pois vai transformar a carne em uma pasta.
 3) O descongelamento correto são 48 horas em geladeira. Se utilizar a carne moída congelada, ela vai soltar muita água prejudicando o cozimento. Descongelamento em micro-ondas também não é um processo legal, pois acaba cozinhando a carne.
4) A temperatura de cozimento é importante, fogo alto, pode queimar e ressecar. Eu recomendo fogo baixo, aproveitando ao máximo os sulcos criados pela própria carne.
5) O tempero da carne moída para ser saborosa e suculenta precisa ter um pouco de gordura. O ideal é evitar muito óleo, para não ter uma carne pesada que te acompanha o dia todo.

fonte: revista ana maria 
foto: bigstockphoto.com


0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA