01/09/16





A inflamação abdominal pode ser resultado de algum tipo de intolerância ou da acumulação de gases. Caso seja persistente, você deve consultar um especialista

Muitas pessoas acreditam que a única causa de ter um abdômen inchado é o acúmulo de gordura que é causado pela má alimentação e pelo sedentarismo.
Embora seja verdade que a gordura localizada é uma das responsáveis, a verdade é que existem outros fatores que influenciam na ocorrência do abdômen inchado.
Por exemplo, a ingestão excessiva de sal faz com que os líquidos se acumulem nos tecidos e aumentem a resposta inflamatória do organismo.
Algo semelhante ocorre devido às intolerâncias alimentares que causam indigestão e problemas no trato digestivo.
Como resultado, temos uma aparência mais volumosa do que o normal e ocorrem desconfortos como a sensação de estar pesado.
Por isso é importante saber quais hábitos podem causar esse inchaço e como agir para evitar que ele ocorra novamente.

1.Consumir produtos lácteos


O consumo de leite e produtos lácteos é uma das causas mais comuns de inflamação abdominal.
Isto se deve à intolerância à lactose, seu açúcar natural, que fermenta no cólon quando o corpo não produz as enzimas que permitem digerir a lactose normalmente.
Esta má absorção também desenvolve gases intestinais, dor abdominal, diarreia e até mesmo crises de constipação.

Como solucionar esse problema?
Para prevenir a inflamação devido à ingestão de laticínios, o melhor a fazer é substituí-los por alternativas saudáveis, como leites vegetais.
Para atingir a ingestão de cálcio necessária, podemos optar por vegetais ricos neste mineral.

2.Comer rápido demais


Comer muito rápido e não mastigar bem os alimentos pode causar indigestão ao facilitar a passagem excessiva de ar para o estômago.
Embora não notemos isso enquanto comemos, quando ingerimos alimentos com pressa, engolimos ar e temos mais tendência a ter uma barriga  inchada.
Como solucionar esse problema?
Separe um tempo de, pelo menos, 20 minutos para cada refeição principal do dia. É importante ter um tempo adequado para comer lentamente e mastigar bem.
Evite distrações durante as refeições para não cometer o erro de ingerir os alimentos sem triturá-los bem.

3. Ingerir muito sal


O consumo excessivo de sódio é uma das principais causas de retenção de líquido, pressão arterial elevada e inchaço dos tecidos do corpo.
Embora não possamos negar que ele dá um excelente sabor aos alimentos, o seu excesso no organismo é negativo e pode causar doenças mais graves.
Como consumidores, é essencial levar em consideração que o sal que consumimos não é somente o que é vendido para temperar refeições, mas também o contido nos alimentos industrializados.

Como solucionar esse problema?
Substitua o sal refinado por sal marinho ou sal do Himalaia.
Você também pode escolher temperar com especiarias saudáveis, como orégano, a pimenta e o tomilho, entre outros.
Lembre-se de verificar os rótulos de seus produtos para calcular a quantidade de sal que você está ingerindo.

4. Mastigar muito chiclete


O consumo diário deste produto pode ser a razão pela qual você tem dificuldades em obter uma barriga lisa. Ao mastigar chiclete, entra muito ar no organismo e aumenta o inchaço abdominal.

Como solucionar esse problema?
Se você se sentir ansioso para mastigar um chiclete, prepare aperitivos com frutas e legumes para substituí-lo.

5.Consumir bebidas com gás


As grandes campanhas publicitárias nos fazem pensar que os refrigerantes e bebidas gasosas são boas alternativas para matar a sede e aliviar o calor.
No entanto, especialistas em saúde confirmam que eles não são a melhor opção, já que não apresentam uma contribuição nutricional significativa e contêm substâncias artificiais que são prejudiciais à saúde.
Seu alto teor de açúcar, somado ao gás e aos adoçantes artificiais, causam reações a nível digestivo e aumentam a inflamação abdominal.
Então, essa sensação borbulhante que tanto nos agrada, mais tarde, é o que desencadeia o desconfortável inchaço  e a sensação de peso.

Como solucionar esse problema?
Ao invés de continuar a gastar dinheiro com tais bebidas, prepare em casa sucos de frutas naturais, águas aromatizadas e chás.
Lembre-se que para manter-se hidratado você deve beber dois litros de água por dia.


6. Pular refeições ou comer pouco


Pular as refeições ou diminuir as porções recomendadas não é uma maneira de diminuir calorias para perder peso.
Embora durante muito tempo pensou-se que era uma opção para perder peso, já está comprovado que isso pode causar reações adversas e outras dificuldades.

Comer menos de cinco vezes por dia causa dificuldades na digestão, mais sensação de fome e maior acúmulo de gordura no abdômen.

Como solucionar esse problema?
Sirva porções moderadas para cada prato principal e planeje um menu distribuído em cinco refeições por dia.

Se depois de praticar esses hábitos a inflamação persistir, consulte o seu médico para discutir qual pode ser a razão.
fonte:melhoromsaude
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA