09/08/16




As bebidas com cafeína e, em menor quantidade as que possuem teína, podem aumentar a inflamação, uma vez que provocam um declínio de vitaminas e minerais essenciais.

Porém, na atualidade foi demonstrado que podemos diminuí-las de muitas maneiras, começando por uma adoção de hábitos de vida mais saudáveis.
Nesse sentido, é importante levar em consideração que  determinados alimentos que devem ser evitados para não piorar a condição.
A seguir, compartilhamos 9 alimentos e as razões porque é melhor você tirá-los da sua dieta, caso sofra com essas dores.

1. Lácteos

O leite e seus derivados não são os melhores alimentos para as pessoas com problemas nas articulações.
Isso se deve porque eles contêm um tipo de proteína chamada caseína que pode aumentar a inflamação e a dor na zona afetada.
Ao invés de escolher esse tipo de fonte de proteína, opte por aquelas contidas em legumes e vegetais.

2. Milho

Este vegetal, que muitos geralmente incluem em sua dieta regular, conta com uma quantidade importante de ácidos graxos ômega 6, os quais aumentam a inflamação.
Se você sofrer com artrite reumatoide ou qualquer doença que comprometa as articulações, é melhor evitar o milho fresco ou em alimentos processados
Para substituir, você pode escolher o azeite de oliva, sementes de linhaça e outros tipos de alimentos com ácidos graxos ômega 3.

3. Carnes vermelhas

Este tipo de carne é melhor incluí-la na dieta em pequenas porções, e de forma moderada. Ainda que não sejam totalmente prejudiciais, quando se come em excesso aumentam o risco de artrite reumatoide e outras patologias inflamatórias associadas ao deterioramento dos tecidos.
O ferro que contêm, que é bom para a produção de hemoglobina, em quantidades elevadas pode impactar de forma negativa ao causar inchaço e dor.
O que se pode comer no lugar delas são carnes mais saudáveis como frango ou peixe.

4. Ovos

Este alimento é muito saudável e supõe uma fonte de proteína importante para o organismo. O inconveniente é que, por ser de origem animal, contem ácido araquidônico em sua gema, uma substância que aumenta a resposta inflamatória.
O mais conveniente é reduzir ao máximo seu consumo e procurar comer só suas claras.

5. Refrescos açucarados

Os refrescos açucarados, incluindo os refrigerantes, possuem uma quantidade de químicos que afetam à saúde em muitos aspectos.
No caso das articulações, eles são muito prejudiciais, pois o excesso de açúcar e o ácido fosfórico as deterioram pouco a pouco.
Alguns pensam que são boas opções para se hidratarem, o mais conveniente é escolher alternativas naturais como os sucos de frutas, a água ou os chás.

6. Café

Tomar várias xícaras de café durante o dia quando se sofre com alguma condição nas articulações pode agravar a situação.
A cafeína que contem esse alimento ocasiona uma diminuição das vitaminas e minerais essenciais, e assim aumenta a inflamação e os demais sintomas.
Uma alternativa mais conveniente é o café descafeinado ou os chás que não possuem esse tipo de estimulante.

7. Comidas rápidas

Esses tipos de comidas são os menos recomendáveis para os pacientes com transtornos inflamatórios e  articulares.
O elevado nível que contêm de gordura saturada, açúcares e carboidratos sobrecarrega os órgãos do corpo e dificulta a eliminação das toxinas.
Como consequência, aumentam a inflamação e há um acúmulo de gordura no organismo que, a longo prazo, produz sobrepeso.

8. Batatas

As batatas possuem uma quantidade significativa de potássio, o que a torna benéfica para o organismo.
Entretanto, os pacientes com atrite ou outro problema nas articulações devem evitá-las, pois têm uma pequena quantidade de uma toxina chamada solamina que pode piorar a condição.

9. Frutos secos

Não é que os frutos secos são ruins para a saúde ou sejam pobres em nutrientes, o que acontece é que alguns deles contêm uma grande quantidade de ômega 6, um ácido graxo essencial que aumenta a inflamação nas articulações.
Os frutos secos que contêm esse ácido são:
·Os pinhões.
·As nozes.
·As castanhas do Pará.
A redução do consumo desses alimentos aqui citados é determinante para o tratamento das dores nas articulações.
Deve-se procurar modificar a dieta como complemento aos tratamentos receitados pelo médico.
fonte: melhorcomsaude


0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA