23/06/16




Economizar dinheiro não é uma tarefa fácil, principalmente quando até os itens básicos de consumo parecem não caber no orçamento. Para te dar uma ajudinha nessa tarefa, listamos algumas atitudes que você pode começar a ter hoje e que fazem toda a diferença para colocar as contas em ordem.

Dicas para poupar dinheiro

Quite suas dívidas. Se você tem alguma dívida, o primeiro passo é liquidá-la. Converse com seus credores para negociar condições de pagamento. À vista ou a prazo, o importante é pagar o quanto antes e evitar que ela vire uma bola de neve.
Registre todas as suas despesas. Faça uma planilha para anotar quanto dinheiro entra e quanto sai todo mês. Assim você consegue fazer um planejamento maior e observar quanto, de fato, está gastando com cada setor.
Preste atenção nas suas contas de televisão, internet e telefonia. Faça uma revisão e veja se tem assistido a todos aqueles canais de filmes ou usado os minutos de ligação disponibilizados pela operadora. Provavelmente você gasta mais do que usa.
Faça uma lista de compras. Ir ao mercado sabendo exatamente o que você precisa levar é uma forma de evitar aquelas compras por impulso que, muitas vezes, pesam no orçamento. Cheque o que está faltando em casa e tenha foco na hora de colocar as coisas no carrinho.
Controle as saídas. A conta de programas como cinema, shopping, bares e restaurantes fica bem salgada no fim do mês, principalmente se você tem filhos. Escolha um fim de semana para fazer essas “extravagâncias” e, nos outros, opte por passeios baratos, como fazer um piquenique no parque ou convidar os amigos para comer uma pizza em casa.
Cozinhe mais. Comer em casa é muito mais barato do que ir a um restaurante e até mais gostoso. Use o sábado e o domingo para planejar o cardápio da semana, cozinhe algumas refeições e congele. Se você levar marmita para o trabalho, vai gastar menos ainda.
Experimente marcas mais baratas. Muitos supermercados trabalham com marcas próprias, que são vendidas a um preço menor do que os concorrentes famosos. A boa notícia é que a qualidade é a mesma, já que eles são produzidos por indústrias conhecidas do consumidor – mas vêm com um rótulo diferente. Vale a pena testar!
Cuidado com o cartão de crédito. Ele pode ser um bom negócio para acumular pontos que podem ser trocados por produtos e serviços, mas se você sabe que não tem muito controle sobre ele, é melhor esquecê-lo na gaveta. Caso contrário, você pode não resistir à tentação e passar “só essa blusinha da promoção” e se enrolar para pagá-la no mês seguinte.
Faça seu próprio salão de beleza. Para cortar os gastos com manicure, cabeleireiro e depiladora, você não precisa abrir mão da vaidade. Aprenda, aos poucos, a fazer esse ritual de beleza sozinha ou reúna algumas amigas – se cada uma tiver uma habilidade, você podem se ajudar e ainda dar boas risadas durante a tarde.
Busque novas fontes de renda. Você sabe fazer alguma coisa muito bem? Pode ser bolo, trufas, artesanato e por aí vai. Usar suas habilidades para ganhar um dinheirinho extra no fim do mês pode ser um negócio e tanto.

Faça um cofrinho. Parece coisa de criança, mas colocar algumas moedinhas no cofrinho todos os dias pode te render uma quantia boa no fim do ano. Coloque isso como meta e vai poder se comprar um belo presente depois de 12 meses. 
fonte: bolsademulher
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA