23/05/16




Apesar da grande felicidade de receber em casa o filho recém-nascido, não chega ser uma novidade o fato de que o pequeno vai transformar a rotina da casa e, claro, influenciar diretamente no sono dos pais. Raramente as pessoas fazem as contas de quantas horas pais e mães deixam de dormir semanalmente por causa do bebê, mas um recente estudo analisou o fato e chegou a uma média.

De acordo com uma pesquisa realizada na Austrália e divulgada pelo site “Huffington Post”, a mãe de um bebê chega a perder de 3 a 9 horas de sono por semana, deixando de dormir as 49 horas semanais indicadas por especialistas para um bom funcionamento do organismo e da mente.
Além de analisar o débito de sono, o trabalho científico ainda coloca em questão a desigualdade de gêneros na dinâmica familiar, já que os mesmos dados obtidos revelam que os homens deixam de dormir de 1 a 4 horas por causa de seus filhos, quantidade inferior do que as mulheres.

Por mais que se argumente que o despertar da mãe seria mais essencial e obrigatório por causa da amamentação, o estudo indica que a diferença entre a privação de sono entre homens e mulheres permanece desigual mesmo após o período de aleitamento, mostrando que o conceito de que o cuidado com a casa e o filho é uma “obrigação feminina” ainda é presente na sociedade.
fonte: bolsademulher
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA