20/05/16





De acordo com o Jornal Extra, em abril de 2016, Luciano Huck e Angélica fizeram um acordo financeiro com os pilotos José Flavio Zanatto e Osmar Frattini, e com as babás Marcileia Eunice Garcia e Francisca Clarice Canelo Mesquita, para gratificá-los pelo susto que passaram no pouso de emergência que sofreram em 24 de maio de 2015.
O valor não foi revelado e faz parte do acordo firmado entre as partes, diz o colunista Leo Dias. A assessoria de imprensa do apresentador confirmou o acordo feito, mas não deu detalhes.
O piloto Osmar Frattini, que chegou a dar uma entrevista para o apresentador Geraldo Luís, da Record, confirmou que Luciano e ele mantém contato e que o apresentador está lhe ajudando.
"A gente tem se falado, só que a gente se mantém no anonimato, né? Aquela entrevista que eu dei, eu fiz na verdade iludido pela Record, né? Desde o começo, quando aconteceu o acidente, eu liguei para o Luciano e falei que estava sofrendo um monte de assédio! O pessoal do SBT queria quitar a faculdade da minha filha. Me senti muito mal com isso porque a gente passou por um trauma violento. Quando acontece um acidente, você passa um período e, depois de três meses mais ou menos, volta a voar sem problema nenhum. Acontece que comigo não foi desse jeito. As dificuldades vieram, só que eu jamais vou pedir dinheiro para o Luciano porque ele é tão vítima quanto eu. O que aconteceu? A Record todo mês me procurava. Até falei para ele que não ia dar entrevista para televisão. Mas passaram nove, dez meses, e a situação estava difícil, sem emprego. A Record ligava dizendo que, depois da entrevista, ia aparecer emprego para mim. E realmente o que eu quero é trabalho. Aí, resolvi dar aquela entrevista e no final da conversa aquele imbecil quis falar mal do Luciano", desabafou o piloto.
Indignado, Osmar contou ainda que deve muito a Luciano, pois é ele quem está lhe ajudando nesse momento complicado de sua vida. 
"Ele tem me ajudado e me ajudou! Não tenho do que reclamar da parte dele. Não estou abandonado de forma nenhuma! Ele é uma pessoa superbacana, mas o que eu preciso é emprego. Claro que as minhas dívidas estão aí... Eu realmente tenho mais de uma centena de dívidas para pagar porque você suspende o pagamento do cartão de crédito e os juros são muito altos. Mesmo parcelando, você não consegue honrar. É o que está acontecendo comigo. Por mais que o Luciano tenha me ajudado, eu preciso de emprego para poder sanar a situação, entendeu? E o emprego não sai enquanto a minha vida não liberar de vez. A empresa em que eu trabalho foi fechada pela ANAC. Eu me vejo 100% inocente. Minha intenção foi salvar todo mundo sempre", explicou.
Ao ser questionado qual foi o valor da ajuda de custo que Luciano está lhe dando, Osmar desconversou. 

"Ele tem me ajudado financeiramente, sim. E bastante! Eu não vou ficar dizendo a quantia de forma nenhuma. É uma situação que a gente combinou, e eu não posso te dizer valor porque é muito chato quando vai para a mídia. Se o cara hoje pegar e me der R$ 10 milhões, eles vão falar que é pouco. Se me der R$ 1 milhão, vão falar é pouco... O cara é vítima! Ele tem um coração bom porque, na verdade, não tem obrigação de me ajudar. E eu estou aceitando porque estou precisando mesmo, isso é uma verdade. Conheço o Luciano há mais de dois anos. Ele voou comigo antes do acidente. Não tenho o que reclamar dele", finalizou.
fonte:jornal extra
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA