31/05/16




Sim, as famílias pequenas são cada vez mais comuns. Apesar disso, muitos casais ainda escutam palpites inconvenientes quando o assunto é dar ou não um irmão para o primogênito.

1. Está na hora de vocês terem outro filho!
 Muitas pessoas questionam a escolha do casal, pressionando-o para ter outro bebê. O problema é que há muitos fatores particulares envolvidos: da renda familiar ao real desejo de aumentar a família. Só os pais podem saber se devem ou não encomendar um irmãozinho para o primogênito. Essa é uma decisão que não deve ter inferências de amigos e, principalmente, de familiares.
2. O seu filho será mimado se ele não tiver irmãos!
O mito de que filhos únicos são mais mimados e egoístas ainda prevalece. Quando, na verdade, isso não depende da criança ter ou não irmãos, mas, sim, da criação que os pais ofereceram para ela: ensinando-a desde cedo a dividir, a compartilhar e a respeitar as pessoas.
3. O seu filho precisa de um irmão para ter com quem brincar!
É claro que a relação entre irmãos é especial, mas os pais não precisam necessariamente ter um novo membro na família para que o pequeno conviva com outras crianças. Brincar é, sim, essencial para a formação e criatividade da garotada, mas os filhos únicos podem se divertir com os primos, amiguinhos da escola, do prédio... Essa socialização com pessoas diferentes também é importante!
4. Filhos únicos são sempre possessivos e dependentes dos pais!
E quem disse que isso acontece exclusivamente com crianças que não têm irmãos? Mais uma vez, a questão é a criação: a maneira como os pais educam o filho, passando valores e incentivando a autonomia dele para que, no futuro, ele seja uma pessoa segura de si, independente e feliz.
5. Ser filho único é muito ruim, pois os pais depositam todas as expectativas na criança
Isso também não é uma regra e pode acontecer em qualquer formação familiar. O essencial é que os pais, independentemente da quantidade de filhos que possuam, saibam equilibrar a situação, sem sobrecarregar a criança com perspectivas que eles próprios criaram.
6. Você já pensou que o seu filho ficará solitário no mundo?

Na verdade, ter um irmão não é fator imprescindível para que a criança tenha sempre com quem contar no futuro. Esse é mais um mito sobre filhos únicos! Assim como na infância esse pequeno é sociável e se relaciona com outras pessoas, na vida adulta ele também manterá uma rede de amizades e, se necessário, poderá recorrer a outros familiares. A solidão não é um destino para quem não tem irmãos!

fonte: mdemulher
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA