06/04/16



Pão branco

É feito com farinha de trigo, uma das principais formadoras do glúten. Esse ingrediente tem um alto índice glicêmico, que promove a elevação do açúcar sanguíneo, além de ser pobre em fibras. Ou seja, mesmo sendo uma delícia, é importante manter distância desse pãozinho. Ele pode prejudicar a saúde, além de dificultar o emagrecimento.

Pão integral

O pão integral é considerado o queridinho e já caiu no gosto de muitas pessoas. Mas ele também é composto pela farinha de trigo, que causa os mesmos malefícios do pão branco. Mas, o integral não é tão vilão assim, afinal de contas ele contêm uma certa quantidade de fibras. Isso nos leva a pensar que é uma excelente opção, mas podemos encontrar alternativas melhores, pois, levando em conta o risco versus o benefício, é melhor optarmos por um que garanta um retorno maior à saúde.

Pão sem glúten

A dieta sem glúten está invadindo os mercados brasileiros e, de certa forma, é a melhor opção, pois o pão sem esta proteína é feito com farinhas que possuem baixo índice glicêmico quando comparadas à farinha de trigo, além de ser indicado para pessoas com doença celíaca (intolerância ao glúten). Mas ele não é só para a parte da população que tem esta tendência genética. Podem ser consumidos por todos. Mas, fique ligado porque o pão sem glúten vendido em supermercados pode ser uma furada.
Por ser industrializado e ter aditivos químicos, acaba prejudicando a saúde. Prefira fazer o próprio pão em casa, usando farinhas como a de arroz, amaranto, linhaça, chia, quinoa, amêndoas, berinjela, mandioca ou polvilho. Estas são ótimas substituições para a farinha de trigo, além de muito saudáveis e ajudar no processo de emagrecimento. 
Lembre-se que o glúten não é um nutriente essencial para a saúde e a sua retirada da dieta não causa prejuízos, ao contrário, gera grandes benefícios!
Bolsa de mulher
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA