08/04/16



Graças ao seu alto teor de flavonoides e 

antioxidantes, a cerveja pode nos ajudar a evitar o

 dano ósseo causado pela menopausa.


Combate a insônia

A cerveja contém dois componentes, chamados ácido nicotínico e lactoflavina, que ajudam a pegar no sono. Se depois de tomar uma cerveja você logo começar a sentir sono, esta é a razão por trás disso.

Relaxa seus pés

Depois de um dia exaustivo, nossos pés se sentem cansados e podem parecer inflamados. Para relaxá-los, podemos submergi-los em um recipiente com cerveja. Graças ao seu efeito efervescente, ela ajuda os pés a relaxarem pouco a pouco.

Reduz o estresse

De acordo com um informe da Clínica Mayo (Estados Unidos), o consumo moderado de cerveja pode ajudar a combater o estresse e a ansiedade. O consumo máximo para mulheres é de 236 ml por dia e para os homens é de 473 ml.

Pele saudável

A cerveja contém vitaminas e antioxidantes que melhoram a saúde da pele, contribuindo para eliminar impurezas e estimulando sua regeneração. De fato, a cerveja faz parte dos tratamentos para o rosto em muitos spas europeus que reconhecem seus benefícios para a pele.

Menopausa

Seu alto conteúdo de flavonoides está relacionado ao aumento da calcitonina, que é essencial para evitar o dano ósseo por trás da menopausa. Além disso, atua como um poderoso antioxidante capaz de prevenir o envelhecimento precoce.

Protege o coração

Beber cerveja de forma moderada ajuda a reduzir o risco de sofrer um ataque do coração entre 40% e 60%. A levedura da cerveja ajuda a diminuir o colesterol ruim, previne o fechamento das artérias, impede a formação de coágulos de sangue e, em geral, melhora a saúde cardiovascular.

Melhora a memória

Vários estudos determinaram que o teor de silício na cerveja pode ser um fator preventivo de problemas cognitivos e perda de memória. Nesta pesquisa, determinou-se que os que consumem cerveja de maneira moderada têm um menor risco de sofrer de Alzheimer.

Protege os rins

Tomar uma ou duas cervejas ao dia ajuda a conservar os ruins saudáveis. Em uma investigação que foi realizada na Finlândia, foi comprovado que aqueles que bebem cerveja moderadamente podem reduzir até em 40% o risco de desenvolver cálculos renais. Seus benefícios estão relacionados ao lúpulo, que fortalece o cálcio nos ossos.

Melhora a digestão

A cerveja oferece uma quantidade importante de fibras que atuam como um laxante natural. Diferentemente de outras bebidas alcoólicas que não contêm fibras, a cerveja pode promover o fluxo intestinal e prevenir problemas gástricos e intestinais, como a prisão de ventre ou a diarreia.

É rica em vitaminas do grupo B

Esta bebida é uma fonte de vitaminas do grupo B. A cerveja escura, em especial, contém vitaminas B3, B6 e ácido fólico (B9). A vitamina B3 desempenha um papel muito importante na reparação celular, enquanto a vitamina B6 pode aliviar a tensão pré-menstrual. O ácido fólico tem mostrado resultados positivos na prevenção de câncer de cólon.

Melhora a saúde dos olhos

Várias pesquisas realizadas no Estados Unidos e Canadá revelaram que tomar duas cervejas por dia pode reduzir o risco de cataratas. Este benefício seria especialmente relevante para as pessoas que sofrem de diabetes, já que são as que têm maior risco de desenvolver este problema ocular.

Remédio contra os resfriados

Tomar cerveja quente quando se sofre de resfriados pode ajudar a controlar os sintomas e acelerar a recuperação. A cevada quente estimula a circulação sanguínea e a respiração, reduzindo as dores musculares e fortalecendo do sistema imunológico.
Como fazer?
·         Coloque para ferver uma garrafa de cerveja em banho-maria e, em seguida, acrescente quatro colheres de sopa de mel.


 fonte: melhorcomsaude
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA