18/03/16



1.            Antes de mais nada, se você não tem muita noção de decoração, leve em conta a regra clássica do “menos é mais”. Exagerar nos objetos e enfeites, entupindo os cômodos de estátuas, porta-retratos e outros itens geralmente vão provocar um efeito exagerado e cafona.
2. Cuidado com as cores. Sua sala não precisa ser monocromática, mas apostar em parede de uma cor, sofá e poltrona de outros e pisos coloridos, quando as tonalidades não conversam entre si, pode gerar um visual carregado e pouco agradável.
3. Bastante comum em casas de pessoas idosas, capas de eletrodomésticos feitas normalmente de crochê e cheias de babados estão extremamente ultrapassadas e precisam sair imediatamente da sua cozinha.
4. Forro de mesa feito com toalha de plástico pode até ser útil e facilitar a limpeza, mas saiba que, como opção decorativa, ele não deve ser levado em consideração nunca.
5. O mesmo vale para a capa de sofá, que, apesar de proteger, nunca se adequa corretamente ao formato do móvel e ainda retira da sala a imagem de conforto e higiene.
6. Sofás e poltronas, lado a lado, com a mesma estampa e formato eram comuns no passado, mas hoje já são considerados ultrapassados e até mesmo cafona.
7. Estampas de animais ou que imitam pele de bichos em sofás, poltronas e tapetes normalmente resultam em uma decoração carregada e de mau gosto.
8. Flores artificiais, mesmo as mais parecidas com naturais, não devem ser usadas nunca para decorar o lar. Além de raramente reproduzirem um visual realmente ecológico, elas ainda acumulam pó e evidenciam a réplica.

9. Por fim, se você tem jardim, livre-se das esculturas de duendes ou bichinhos que há muito tempo são consideradas bregas e não funcionam mais como opção de decoração.

fonte: bolsa de mulher
5

5 comentários:

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA