23/02/16










Não devemos deixar que um número nos tire a vontade de continuar fazendo as coisas. Só envelhece quem deixa de acumular sonhos e os abandona com o passar 
do tempo.


velhice está, realmente, em quem coloca limites nos seus sonhos, quem deixa sua vida à deriva, quem não acredita que é capaz, quem deixa de lutar, quem encontra desculpas para não sorrir.
Pode ser que os anos deixem a pele enrugada, mas apenas o abandono do entusiasmo é capaz de enrugar a alma. São o medo e a falta de sonhos que fazem nosso coração pender para um caminho de sombras.
Por isso, uma pessoa não envelhece quando a pele se enruga, mas sim quando seus sonhos e esperanças se enrugam, quando deixa de lado seu espírito e seus interesses, se entregando ao vai e vem e ao desgaste da vida.

O lado infantil da vida

A maior idade é aquela em que deixamos de fazer aniversário e começamos a acumular sonhos com valentia e atrevimento, nos desprendendo do medo que a passagem do tempo, as adversidades e todas as ideias que nasceram da insegurança nos impuseram.


Geralmente encontramos mil desculpas para não tirarmos as pedras de nossos sapatos e demorarmos mais para caminhar. Costumamos pensar que não é o momento, que não podemos nos submeter a tanta incerteza, que vale mais o mal conhecido do que o bem que ainda está por conhecer, etc.
Mas o que acontece de verdade é que nossos medos estão freando nossa vida.Nos agarramos aos nossos temores com tanta força que nossos pensamentos devoram nossa capacidade e, principalmente, nossos interesses.
Então, idoso é quem não destrona o calendário, quem não sonha e não oferece magia á vida, quem não dá luz aos seus pensamentos, não bombeia os sonhos até o coração, não crê que a melhor idade é a sua e quem não se revitaliza a cada manhã.
O que está claro é que alcançar nossos sonhos implica em sair de nossa zona de conforto, ser capaz de tolerar certa desorientação e confusão, superar nossos limites e fazer um esforço extra para conseguir certa familiaridade o quanto antes.

Se formos ganhar rugas, que seja de tanto rir!

As rugas nos lembram do lugar onde estiveram nossos sorrisos. Assim, cada prega de nossa pele pode ser reflexo de uma alegria inesperada, de um mistério ou de tudo aquilo vivido com o passar dos anos.
Isso faz com que nossa beleza seja invejável, que repousemos nossos anos com serenidade, que não tenhamos medo de nós mesmos, que não acreditamos que existe um teto de cristal que nos impede de crescer.
Não vale de nada maquiar a vida e nem pintar nossos sonhos. Temos que construir o futuro a cada dia. Só depende de nós construirmos pilares todos os dias e atear fogo em nossos medos.
Assim, é o momento de honrar nossas rugas (tanto as do rosto quando as da alma) e desfrutar de cada dia, lidar com as guerras que temos por travar, fechar frontes e por entusiasmo em nosso caminho.
É que para somar vida aos nossos anos nunca é tarde, por isso devemos acumular sonhos, avanços, entusiasmos… Então, basta nos vestirmos com um sorriso e recuperarmos aquilo que mexe com nossas entranhas.

O coração não envelhece, é a pele que fica enrugada

Ficar mais velho é inevitável, mas envelhecer, de fato, é opcional. Por isso tudo aquilo que nos freia está em nossa mente, em tudo aquilo que pensamos em fazer mas que deixamos pelo caminho.
Cada um de nós tem muitas coisas pendentes que talvez não lembremos mais, porém, que acabaram por desaquecer nossa vida. É hora de recuperar tudo isso, preparar uma lista e um plano de ação.
Somos e seremos a soma de nossos atos e por isso é importante que assumamos as rédeas do carro de nossos sonhos e esperanças. As pessoas que brilham com a vida são aquelas que desenterram os “não posso” de seus pensamentos, palavras e ações.
Se nos convencermos disso, nos daremos conta de que o melhor ainda está por vir quando recuperarmos nossos sonhos.
Trata-se de nos tornarmos ladrões de segundos que fazem eternos os momentosde encarar o presente com força e valentia, de arrancar flashes dos anos, de amontoar sonhos cumpridos e de enfeitiçar nossos dias.
Divirta-se caminhando pelos entalhes da vida, contemplando-a, correndo até o que o apaixona, definindo-se a partir da bondade, da magia e do frescor. Nunca se dê por vencido, pois as derrotas não serão tão significativas se não nos rendermos.
Priorize sua felicidade, pois será assim que conseguirá sorrir mais aos que o rodeiam.
Adicione vida aos seus anos e não se preocupe com os anos de vida. No final, a idade pode ser contada com números ou como centenas de experiências vividas. Você escolhe se quer envelhecer ou prefere realizar seus sonhos.

fonte: melhor com saúde


0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA