26/02/16



Mulheres introvertidas demais, que possuem dificuldade em superar obstáculos no trabalho, sofrem de depressão e até mesmo são abusadas por seus companheiros costumam ter algo em comum: baixa autoestima. A confiança e segurança, que devem ser cultivadas desde a infância, ajudam no autoconhecimento e na formação de mulheres mais fortes e positivas. Se você tem uma filha pequena, conheça exemplos de frases que pode dizer a ela para promover a autoestima e fazer com que ela se sinta acolhida, respeitada e amada:

 “Mamãe está muito orgulhosa por você ter alcançado seu objetivo”
A frase ajuda a criança a entender que agir de forma correta e se esforçar em tarefas é um caminho eficiente para conquistar o sucesso em diversas áreas da vida.
“Parabéns! Eu sabia que você era capaz de realizar esta tarefa sozinha”
A frase deixa feliz e estimula a criança a ter segurança e iniciativa na hora de iniciar algum projeto, sabendo que é capaz de realizações sem depender de ninguém.

“Você pode ser linda de qualquer jeito”
A frase faz com que a menina entenda que não deve se preocupar com padrões de beleza estabelecidos e que deve aprender a se amar como é.
Que bom que você me ajudou nesta tarefa. Sabia que podia contar com você”
A frase ajuda a criança perceber que é importante assumir responsabilidades e ajudar o próximo e que você considera que ela é útil e competente.
 “Você sabe que a mamãe e o papai te amam muito, não é mesmo?”
Fazer com que a criança perceba que é amada dentro de casa ajuda a manter a autoestima equilibrada e que não deve aceitar ser desrespeitada ou maltratada.

 “Que bom que você assumiu seus erros e tentou consertar a situação”
É importante ressaltar que não existe ninguém perfeito e que erros fazem parte da vida e que nos ajudam a seguir adiante mais fortes e confiantes.
“Saiba que estarei ao seu lado quando precisar de mim”
Fazer com que a criança entenda que pode contar com o apoio da família para tomar decisões e pedir ajuda garante mais segurança e autoestima.
“Você pode ser o que quiser”
Deixar a menina sonhar, permitir que ela assuma diversos papéis em brincadeiras e se aproprie de fantasias estimula a criatividade e a compreensão que ela não precisa seguir “profissões de mulheres” ou adotar posturas exigidas por padrões ultrapassados de comportamento.

Fonte: bolsa de mulher
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA