02/11/15



Vale-refeição, cesta básica, seguro de vida, plano de saúde, auxílio-creche e bolsa de estudo são alguns dos benefícios que não são obrigatórios por lei, mas que muitas empresas oferecem aos seus funcionários. Agora, é possível acrescentar mais um nessa lista: seguro-saúde para animais de estimação.
A proposta é da QBE Brasil Seguros e da Petplan, que criaram o seguro pet empresarial no começo deste ano.
“Como muitas pessoas consideram o pet como parte da família, e a companhia já disponibiliza seguro-saúde para todos os familiares, estendemos esse benefício para o animal de estimação dos funcionários também'', conta o diretor-executivo da QBE, Raphael Alexander Swierczynski.
A lógica da empresa é a seguinte: se o pet de um funcionário tem um problema de saúde, a preocupação dessa pessoa vai acabar se refletindo em sua rotina de trabalho. Além da própria seguradora, outras três empresas já contrataram esse benefício para seus profissionais.
“É um grande negócio, pois os sustos com acidentes e doenças são frequentes e podem ser maiores ainda na hora de pagar a conta'', diz Swierczynski.
O que inclui?
O custo médio do seguro pet empresarial é de R$ 120 por pet ao mês, segundo a empresa. Assim como num seguro saúde para seres humanos, os procedimentos cobertos variam de acordo com o plano contratado:
§  o plano Ambulatorial custa a partir de R$ 69 mensais e cobre consultas gerais, exames de laboratório e imagem, e auxílio-funeral;
§  o plano Completo custa a partir de R$ 109 ao mês e, além das coberturas do plano ambulatorial, inclui também cirurgias, internações, consultas com especialistas, tratamentos odontológicos de emergência e as vacinas polivalente e antirrábica;
§  o plano Top custa a partir de R$159 mensais e, além dos tratamentos do plano completo, também oferece acupuntura, fisioterapia, parto, castração, atendimento domiciliar e vacina contra a gripe canina.
A seguradora afirma que os clientes podem usar 160 clinicas da rede referenciada ou solicitar reembolso em território nacional, respeitando os períodos de carência e as coberturas.
As carências variam. Depois que o animal passa por uma avaliação inicial, em 48 horas ele já conta com cobertura para urgência e emergência. As demais carências variam entre 30 dias a, no máximo, 180 dias (para castração, fisioterapia e acupuntura).
Por se tratar de um seguro e não de um plano veterinário ou de assistência, o produto é regulamentado pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).
Mais informações:
www.petplan.com.br
www.qbe.com.br



fonte: petmoney.blogosfera.uol.com.br
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA