23/11/15





Durante muito tempo ele foi apontado como um vilão para a saúde, capaz de causar problemas cardíacos, estomacais e até crises de enxaqueca. Mas agora aparentemente o jogo virou e o café passou a ser visto como um aliado, senão como o mocinho da história. Tudo isso porque um novo e amplo estudo mostra que, se ele for consumido nas quantidades recomendadas, é capaz de prevenir algumas doenças e até de prolongar o tempo de vida. Entenda melhor a seguir

Café previne doenças 
Um estudo realizado pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e publicado no periódico científico Circulation, avaliou os efeitos do café em mais de 200.000 médicos e enfermeiros durante 30 anos.
Os pesquisadores compararam a ação da bebida entre pessoas que não a bebiam ou bebiam menos de duas xícaras por dia com outros indivíduos que bebiam até 5 xícaras/dia.

Resultados

De maneira geral, o café mostrou ser capaz de reduzir a morte precoce causada por doença cardíaca, AVC, diabetes, doenças neurológicas - como o Parkinson - e suicídio nas seguintes proporções:
·         1 xícara de café por dia diminuiu em 6% o risco de morte precoce;
·         De 1 a 3 xícaras diminuiu o mesmo risco em 8%;
·         De 3 a 5 xícaras a redução foi de 15%;
·         Mais que 5 xícaras causou uma diminuição de 12%

Essas associações foram encontradas em pessoas que bebiam café normal e indivíduos que consumiam café descafeinado, o que sugere que a responsabilidade pela prevenção da morte precoce não é da cafeína, mas sim dos antioxidantes, minerais e outros componentes da bebida.
O benefício não foi notado entre as pessoas fumantes. Isso provavelmente aconteceu porque a morte relacionada ao tabagismo impediu que os benefícios fossem observados a tempo.
Benefícios do café 
Além da cafeína que, quando consumida em quantidades adequadas, é capaz de estimular o Sistema Nervoso Central, melhorando a concentração, e aumentar o gasto calórico, o café possui outras substâncias benéficas para a saúde.
Seus antioxidantes agem neutralizando radicais livres, diminuindo inflamações nos vasos e prevenindo doenças cardiovasculares e suas vitaminas do complexo B mantêm a saúde do Sistema Nervoso em dia.
Café: quantidade diária recomendada

Além do café, alimentos como o chocolate também podem ter cafeína.

A quantidade máxima de café que você deve tomar por dia é de 400 mg, o equivalente a quatro xícaras da bebida coada e dois cafés expressos. O consumo excessivo da bebida pode ser prejudicial por possivelmente causar alterações cardíacas, perda da massa óssea, insônia, entre outros problemas. Vale lembrar que outros alimentos, como refrigerantes, bebidas energéticas, alguns chás e chocolates também possuem cafeína.

fonte: melhor com saude
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA