05/07/15







A sensação de queimação no estômago que acompanha uma gastrite nem sempre é apenas resultado de um lanchinho que caiu mal. O incômodo pode estar relacionado a outras alterações no seu corpo, algumas delas bem graves. Mostramos todas a seguir. Informe-se e proteja sua saúde.


Estou com gastrite: o que pode ser?

Infarto

A dor em aperto, sintoma comum de um infarto, pode se espalhar para mais lugares além do peito e do braço esquerdo. Em alguns casos, pode haver dor na região do estômago, que é facilmente confundida com a gastrite. Também pode haver dor nas costas e no abdômen
.
Se esses sintomas surgirem repentinamente, durarem mais de 20 minutos e vierem acompanhados de falta de ar, palpitação e suor frio, busque o serviço médico imediatamente.

Gravidez

As alterações hormonais causadas pela gravidez causam náuseas e vômitos, que costumam ser os primeiros sinais de gravidez. Muitas vezes esses incômodos vêm acompanhados de gastrite, mas a sensação de queimação também pode aparecer sozinha. Se houver chances de você estar grávida, o ideal é fazer um teste.


Tabagismo

O cigarro aumenta a secreção de ácido estomacal, o que predispõe lesões na mucosa e dificulta a cicatrização. Além da dor proveniente da gastrite, as chances de ter refluxo gastroesofágico também são grandes.

Pedras na vesícula

Quando as pedras da vesícula entopem o canal que leva a bile para o estômago, surge uma forte dor na parte direita e superior do abdômen, que pode ser confundida com a gastrite. O sintoma costuma vir acompanhado de enjoo e vômitos.

Estresse e ansiedade

Esses causadores são mais conhecidos e costumam dar origem à gastrite nervosa. O nome técnico desse quadro é dispepsia funcional e ele se refere à sensação dolorosa que ocorre sem que haja, de fato, uma lesão na mucosa do estômago.

Uso de medicamentos

Alguns remédios, principalmente os anti-inflamatórios, irritam a mucosa do estômago e podem causar dor. As chances de ter o problema são maiores se o medicamento for tomado por períodos prolongados.
Se você sentir esse sintoma, converse com o médico para mudar de medicação. Em alguns casos, tomá-la com o estômago cheio pode evitar a dor, mas essa atitude deve ser tomada com o conhecimento do médico, uma vez que pode mudar a ação de algumas drogas no organismo.

Alcoolismo

As bebidas alcoólicas agem diretamente sobre a mucosa do estômago, causando irritação. Quanto mais frequente e intenso o consumo de álcool, pior o sintoma, que pode se tornar uma úlcera caso não sejam tomadas medidas para abandonar o consumo excessivo de álcool.

Gastrite autoimune


Existe uma doença que faz com que seus próprios anticorpos ataquem a mucosa do estômago.  Ela é chamada de Gastrite Atrófica Crônica ou Gastrite Atrófica Autoimune e vem acompanhada de gases, inapetência, enjoo e outros sintomas gastrointestinais.

O Cantinho das Ideias Alerta:  Na dúvida sobre sua saúde, SEMPRE procure um médico!


fonte: bolsademulher.com
0

0 comentários:

Postar um comentário

 
COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CANTINHO DAS IDEIAS
DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA